Alvaron

80% dos clientes esperam que você ou sua empresa tenham um site – e que ele funcione bem no smartphone

A pior coisa que pode acontecer é você ou sua empresa não terem um site, ou pior ainda, que ele não funcione bem em smartphones e tablets.

Oitenta por cento dos consumidores acham importante que as empresas e profissionais tenham um site. Pequisas indicam que na verdade elas procuram imediatamente no Google por um site quando recebem por parte de colegas e amigos a indicação de um serviço, empresa, produto, ou profissional.

Como entre 80% e 90% das buscas por sites hoje partem de smartphones e tablets, você precisa ter um site que se comporte bem nestes dispositivos.

Até para estar à frente dos seus concorrentes: 90% dos internautas já relataram ter desistido de contratar uma empresa ou profissional, por terem tido dificuldade de entender seu negócio, produto ou serviço, por causa de sites que não funcionaram bem em smartphones e tablets.

Uma experiência frustrante com seu site prejudica a opinião sobre sua marca e negócio. Se o site não é amigável para dispositivos móveis, 60% dos visitantes tendem a desistir dele e abandonar a possibilidade de fazer negócio.

No entanto, se um site é amigável para dispositivos móveis, 67% dos consumidores dizem que eles são mais propensos a fazer uma compra.

As principais informações que os clientes esperam encontrar no seu site, ou de sua empresa , são:

  • O horário de funcionamento da empresa;
  • Um botão para ligar para a empresa;
  • Alguma forma de enviar um e-mail;

80% dos internautas esperam que estas e outras informações se apresentem bem em telas de dispositivos móveis. Quando o visitante não consegue visualizar rapidamente, em no máximo 30 segundos, ao menos uma prévia do que esperava encontrar, tende a abandonar o site, e qualquer possibilidade de contratar um negócio, profissional, produto ou serviço.

Pior ainda: eles vão procurar e encontrar outro site, provavelmente de algum concorrente, que se preocupou em ter um site responsivo, adaptado a tablets e smartphones.

 Telegram