Alvaron

Como organizar o conteúdo do seu site

Anteriormente falamos em uma série de posts sobre como pode ser simples e ágil a criação e evolução de conteúdo para seu site. Então, antes de mais nada, recomendamos dar uma olhada nos seguintes posts:

Agora, vamos lá, com uma nova abordagem, falar sobre a estruturação de conteúdo para seu site.

O menu de seu site é um cardápio

Pense na navegação do seu site como um cardápio de restaurante. A maioria dos cardápios é geralmente dividida em itens e subitens. Saladas(saladas verdes, saladas com legumes), Carnes(peixe, frango, etc) e assim por diante.

Se você for um advogado que oferecesse serviços em diferentes áreas de atuação como “trabalhista”, “direito empresarial”, etc., você poderia alocar todas essas áreas como submenus em uma guia “áreas de atuação” do seu menu principal, e definir que cada área tenha sua própria página.

Listar todos os seus serviços em uma página, ao invés de em páginas individuais é um erro comum. De uma perspectiva focada em SEO, pensando nos resultados de pesquisas em mecanismos de busca, pode custar caro para seu negócio.

O “Cardápio” deve ser claro e objetivo

O menu de seu site deve informar seus visitantes exatamente sobre o que eles vão encontrar. Os visitantes não devem ter que adivinhar onde os links os levarão. Basicamente você deve ter páginas principais que seriam como âncoras, que trazem os conteúdos mais estáticos do seu site, como as formas de contato e informações institucionais da empresa, e outras que sirvam para agrupar o conteúdo mais variável, como posts do blog, fotos, vídeos, artigos e produtos.

As 3 páginas que quase todo site tem

Quase todo o site tem três páginas básicas, que o visitante na verdade espera encontrar.

1. Página inicial

Muitas vezes, essa pode ser a primeira página de um site que um visitante vê (mas nem sempre é o caso, dependendo por onde ele chega ao site). Sua página inicial deve identificar os atrativos principais de seu site, os motivos que o levaram a investir na criação do seu site,  o que você faz, para quem você faz  e por que você é diferente.

Com o advento da popularização dos smartphones e tablets, uma abordagem que se consagrou é a home do site trazer um resumo de cada item de menu, depoimentos de clientes, e formas ágeis de contato, além de fotos e vídeos que estimulem uma interação de contato rápida com sua empresa, ou mesmo uma venda, já que os clientes tendem a “correr” verticalmente até o rodapé a página inicial dos sites que acessam a partir de dispositivos móveis, logo que chegam nela.

2. Sobre

Esta página geralmente inclui algumas informações básicas e institucionais do seu negócio. Também é uma ótima oportunidade para publicar uma foto sua ou de sua equipe, ou mesmo um vídeo institucional, que apresente sua empresa nos aspectos que podem gerar maior credibilidade e confiança.

É importante incluir aqui um histórico, que mostre sua experiência. Seus visitantes se conectarão mais facilmente com imagens e vídeos reais, por isso, o melhor é trazer fotos que realmente tenham sido tiradas de sua equipe, clientes ou empresa, e vídeos que mostrem como seu negócio é realmente.

3. Página de contato

É a página onde você coloca suas informações de contato, um formulário de contato, email, números de telefone whatsapp, e se adequado, um mapa de localização. Não se esqueça de links para suas redes sociais.

Especialmente sobre o whatsapp, como vimos anteriormente em um post, ele tem se revelado um grande aliado dos pequenos negócios. Vale à pena entender como ele pode te ajudar, e manter este canal aberto com os clientes da maneira mais fácil e ágil possível.

Quantas páginas eu preciso no meu site?

Além das três páginas básicas descritas acima, todos os serviços que você fornece precisam ter sua própria página, claro que isso pode ser construído aos poucos, tendo inicialmente uma página central de serviços e a seguir, em determinado período de tempo com a inclusão da página de cada serviço.

Pensando de novo em um cardápio. Nem todos os visitantes entrarão pela porta da frente do seu restaurante(sua página inicial) . Um site canaliza o tráfego através de múltiplos pontos de entrada(páginas de destino), isso sem falar nos seus posts e eventualmente produtos, que também podem ser encontrados pelo Google e compartilhados em redes sociais.

Você pode criar várias páginas diferentes para os visitantes acessarem através dos mecanismos de pesquisa . Se você oferece muitos tipos diferentes de serviços, ter uma página para cada um desses serviços fornece vários pontos de entrada em seu site.

Se você puder resolver diferentes tipos de problemas para as pessoas, precisará de páginas diferentes, explicando como seu produto ou serviço pode resolver um problema específico. Por exemplo, se você é um arquiteto especialistas em reformas, você terá sua página principal, uma página de serviços onde o serviço de reformas está descrito, uma página do serviço de reformas propriamente dito, e ainda, você poderia criar uma landing page intitulada com algo como “Fazemos sua reforma rápido e com baixo custo”, para divulgar o serviço, já com um botão de compra e/ou contato.

Na verdade, páginas de destino e landing pages combinados, podem trazer resultados tão bons quanto anúncios patrocinados através do tempo. Já escrevemos dicas importantes sobre este ponto, que você pode conferir, clicando aqui.

Você conhece seu público-alvo?

Compreender e conhecer seu público-alvo e suas necessidades pode ajudá-lo a decidir que tipo de conteúdo incluir no seu site. Algumas perguntas podem servir de inspiração para o desenvolvimento do seu conteúdo:

  • Para quem você está construindo este site?
  • Quais são as necessidades do seu visitante?
  • Quais são suas dúvidas e dificuldades?
  • Como você pode resolver suas dúvidas e preocupações?
  • Seu site será capaz de atender facilmente às necessidades de seus visitantes?
  • Você está respondendo às perguntas básicas de seus clientes?
  • Você está falando com eles em uma linguagem que eles possam entender?
  • Como você transmite credibilidade? Por exemplo, depoimentos, vídeos, etc.
  • Você está orientando seus visitantes a fazer algo em seu site, como entrar em contato ou comprar?
  • Existe uma “call to action”? Por exemplo, inscreva-se em uma newsletter, faça uma compra, envie um formulário de contato, visite uma próxima página, etc. Saiba mais aqui sobre a importância das call to action.

Concluindo

Se você pensou em algumas das questões anteriores, provavelmente já surgiram em sua mente algumas ideias de conteúdo.

Sobre o menu, não esqueça de ser claro e objetivo. Agrupe itens e subitens. Por exemplo, um site de academia pode usar “Modalidades” como item principal na barra de navegação, Usando um menu suspenso com subitens como  “Fitness”, “Yoga”, “Musculação”, etc.

Lembre-se, é importantíssimo criar páginas separadas para cada serviço, produto ou área de atuação. Usando o exemplo anterior, isso significa que cada modalidade deve ter sua própria página.

Seguir alguns dos conselhos descritos neste post deve ajudar a organizar o conteúdo de seu site.

Podemos te ajudar a criar seu site, inclusive criando conteúdo para que ele se destaque nos mecanismos de busca.

Solicite agora mesmo um orçamento sem compromisso.

Tecle pelo WhatsApp 51 9 96547672 ou Envie um email para contato@alvaron.com.br

 Telegram