Alvaron

#fiqueemcasa, mas faça dinheiro, e mantenha a esperança contra o #coronavirus

#fique em casa é o que temos para o momento para enfrentar o #coronavirus.

É tempo de resiliência, empatia, etc, mas os boletos continuam a chegar.

O fato é que você precisa fazer grana.

Dinheiro não é tudo(saúde sim), mas tudo é dinheiro.

Então te convidamos a pensar junto conosco sobre como podemos fazer pelo menos uma parte da grana que precisamos, mantendo a esperança e entregando ao mundo algo bom.

O que é fazer dinheiro?

Você não pode esperar conquistar um resultado, se nem sabe com o que está lidando e onde quer chegar.

Vivemos em um mundo para o mal e para o bem centrado no dinheiro, e ele está por toda a parte.

Fazer dinheiro é convencer alguém a trocar. Trocar voluntariamente dinheiro que a pessoa tem disponível, por algo   que lhe parece valer alguma coisa, que vai lhe trazer benefícios ou vantagens.

Fazer dinheiro em uma visão resumida e simples pode ser duas coisas. Veja abaixo:

Trocar 0 por 1

Se você sabe fazer algo, prestar um serviço, e está com R$ 0 em caixa, tudo que você precisa é trocar este zero por R$ 1, R$ 2, R$ 20 com alguém que vê no que você sabe fazer o valor que você chama de preço.

Nestes tempos de confinamento, certamente há uma série de coisas que você sabe fazer pelas quais outras pessoas poderiam trocar 1 pelo seu 0:

  1. Comprar coisas por pessoas que não podem sair(ex: ir ao supermercado por idosos)
  2. Ir até a casa de pessoas que não podem sair para trabalhar(ex: ir até a casa de alguém cortar seu cabelo, ou fazer um reparo)
  3. Ensinar algo a alguém que não pode sair(ex: aulas de violão por Skype ou similar, aulas de idiomas, qualquer transmissão de conhecimento)
  4. Fazer coisas por pessoas que não podem sair(pegar um exame ou documento, pagar algo, ir buscar algo que foi consertado, passear com um pet)

Trocar 1 por 2

Trocar algo que custou a você R$ 1 por R$ 2, R$ 3, R$ 20, é a forma mais antiga e eficiente que existe de fazer dinheiro. Isso na verdade é tão óbvio, instintivo até, que se você for agora no Instagram, vai ver pessoas que já estão anunciando as máscaras de proteção que elas mesmas fizeram.

Alguns exemplos de negócios que você pode começar agora, trocando 1 por 2:

  1. Vender o essencial. Comprar algo o mais barato que puder e revender com o melhor preço possível, é uma das saídas naturais para sair da inércia e complementar renda. Lembre-se de que se você for capaz de fornecer produtos relacionados, melhor ainda. Ex: água mineral, filtros, suportes de bombonas e outros produtos relacionados.
  2. Prover o escasso. Vá ao supermercado de ouvidos em pé e olhos atentos. O que falta nas prateleiras? O que as pessoas estão murmurando, reclamando que falta? Se você for capaz de encontrar o que as pessoas querem por R$ 1 e entregar por R$ 2, você já está fazendo dinheiro. Ex: álcool gel, papel higiênico, produtos de limpeza, rações.
  3. Conquistar pelo estômago. As pessoas estão confinadas. Elas vão comer mais. Você sabe fazer bolo? Pizza? Brigadeiro? Paeja? As pessoas vão comer todos os dias e a alimentação será uma das poucas coisas que poderão variar na rotina. Então entregue a novidade que elas procuram.

O momento é de compartilhar, então são estas as dicas. Existem muitos exemplos que podemos listar aqui, mas aí já teríamos que cobrar a consultoria 🙂 , afinal também temos boletos para enfrentar, mas sim, tem muito mais…

Antes de criar suas próprias desculpas para desistir sem ao menos tentar, vamos incentivar você:

Chega de desculpas. Você está em um mundo em crise sim, porém conectado. Você encontrará dificuldades, mas usando a cabeça e assumindo sua responsabilidade em cada detalhe, você pode perseverar.

  1. A internet provê muitos meios grátis de uma pessoa falar ao vivo com outra, portanto transmitir conhecimento
  2. Os apps estão aí para divulgar suas entregas e gerenciar os processos de confiança e trocas
  3. As pessoas ainda não estão proibidas de se visitarem para troca de serviços, se tomarem as devidas precauções
  4. Usando máscara, luvas e mantendo a distância, você pode ir até alguém entregar algo e receber seu dinheiro
  5. Redes sociais são importantes. Foco total no Instagram e Youtube. Um blog simples pode te ajudar muito a aparecer no Google, e isso é fundamental.
  6. Boca a boa é tão ou mais importante do que redes sociais. Se você começar a promover seus negócios com amigos, família, vizinhos, colegas, usando por exemplo o WhatsApp, suas chances de sucesso aumentam. Não esqueça também de pedir a eles depoimentos positivos sobre você e seu trabalho em seu site, blog e redes sociais.
  7. Você não precisa se tornar milionário em um dia. Celebre cada pequeno ganho.
  8. Você não precisa falir em um dia. Não mantenha estoques altos que não sabe se vai vender. Não trabalhe  mais do que pode até cair, mantenha-se firme, trabalhando o que pode todo o dia.
  9. Seja como o McDonald’s que não vende apenas lanches, mas uniformidade, constância, agilidade e conveniência. Faça seu trabalho valer mais entregando sempre o que pode e o algo mais que puder para que as pessoas recomendem você, pelo valor que enxergam em seu trabalho.
  10. Este algo a mais não pode custar tanto que te derrube, mas é essencial para te impulsionar. Entregue a bambona de água mineral higienizada e instalada. Dê um chorinho(tempo extra) de dez minutos descontraídos na sua aula de inglês ou violão online.
  11. Tenha uma marca. O cara da água vende menos que o “Água OnLine”. A professora de inglês online vende menos que a “Sua Teacher”. Tenha um logo, redes sociais na medida do possível, e sim, fale com a gente pra pedir sem compromisso o orçamento de uma landing, um blog, um site, que vão fazer as pessoas te achar pelo Google.
  12. Atenda bem. Seja num caderno, no computador, ou no WhatsApp, tenha um histórico do que já fez por cada cliente, qual o seu nome, suas peculiaridades e quanto ele já gastou, para sempre estar disponível, sempre fazer o cliente se sentir importante(como ele realmente é), e criar uma relação onde vocês dois saem ganhando por estarem trabalhando juntos.
  13. Lembre-se que o objetivo primário é sobreviver. Você não precisa virar milionário, nem celebridade. Você não precisa se exibir com resultados incríveis para família e amigos. Se você conseguir pagar suas contas e manter-se sentindo digno, isso já é muito, e é muito bom.

Antes de continuar com desculpas para desistir de tentar, vamos te lembrar de algumas ferramentas:

Se você está com medo, preguiça ou falta de vontade para ir em frente, mesmo com os boletos olhando para sua cara e dando risada, vamos lembrar algumas ferramentas que vão te ajudar a promover e gerenciar sua iniciativa empreendedora de subsistência.

  1. Atendimento: como já falamos antes, o WhatsApp te ajuda a contatar, voltar o histórico e ver o que já foi tratado com o cliente, enviar e receber comprovantes, documentos, fotos e vídeos, é praticamente uma mini central de atendimento.
  2. Marca: Existem ferramentas com as quais você cria um logo grátis na internet. Joga no Google. Comece simples e vá melhorando.
  3. Marketing Digital: Criar redes sociais é de graça. Mantê-las não é tão difícil quando você centra numa delas, por exemplo o Instagram e compartilha nas demais. Um blog, um site, uma landing page são fundamentais, e sim, é verdade que você consegue fazer grátis algo para começar, ou bem barato, para começar melhor ainda, com a gente 🙂
  4. Marketing “Físico”: O mundo real e o virtual estão cada vez mais integrados, muitas vezes mesclando-se e se confundindo, mas ainda são coisas diferentes. Tenha um cartão de visita. Imãs de geladeira. Conte pra toda a família, todos os amigos como é bacana o que você está fazendo, e peço para divulgarem. Na verdade, se possível, comece convencendo-os a comprar 🙂

E para concluir, dicas valiosas pra você já sair correndo e lutando

Preste atenção nestas últimas dicas, elas são essenciais para fechar o raciocínio para o qual te convidamos. Se você chegou até aqui, deve estar com alguma ou muita vontade de começar. Com a experiência de quem estudou administração, graduou-se em Gestão de Tecnologia da Informação(por EAD, porque sou autodidata), trabalhou em empresas micro e gigantes,e já testemunhou dezenas de histórias empresariais tristes e felizes, deixo algumas dicas, para sua sorte, ainda sem cobrar 🙂

  1. O bom é inimigo do ótimo, o bom é inimigo do ótimo. Escreva isso na sua mente um milhão de vezes. Você não precisa ter as melhores condições, o melhor visual, as melhores ferramentas para começar. Você não precisa ser reconhecido como algo maravilhoso por familiares, colegas e amigos. Faça você mesmo, do seu jeito, de olho no que é possível aprender grátis pelo Google e Youtube. Você só precisa ser reconhecido por quem compra o que você oferece como alguém capaz e confiável para receber o preço que pede em troca do valor que oferece.
  2. Cada centavo é importante. Não comece com super estoques, super materiais, super soluções pagas. Não pague por cursos, procure no Google, no Youtube se precisar aprender algo, e filtre o que lhe parece bom. Não pague caro por sites, redes sociais, logotipos, etc, vá atrás do grátis ou barato para começar. Reinvista sempre que possível no seu negócio.
  3. Não comece pensado grande. Os seus sonhos não se realizarão rápido, o Universo não conspira por você. Faça pequenos testes e experimentos. Compre poucas bambonas de água, alguns frascos de álcool gel. Divulgue, revenda. Deu certo, siga em frente, deu errado, reavalie, tente de novo, ou tente outra coisa, sem abandonar a ideia de fazer dinheiro.
  4. Não seja altamente eficaz. Esqueça este papo de super humano, que só toma água alcalinizada e acorda todo o dia às 5 da manhã para produzir. Encontre um ritmo de trabalho que permita prestar seu serviço dentro do que você pode fazer sempre. Seu negócio tem que funcionar todo o dia se possível, mas sem ser auto destrutivo, nem exigir nada além do máximo que você pode dar. Veja bem, o que você realmente “pode” dar, nada mais.
  5. Veja que estamos falando o tempo todo de “fazer dinheiro”, não ganhar dinheiro. Ganhar dinheiro é um conceito amplo demais e pouco firme. Fazer dinheiro é um conceito focado e consistente. e  Ao se propor a fazer dinheiro, você deixa de ser o pet que espera a ração do dono, e se torna o gato de rua capaz de caçar qualquer coisa, ou o cão de rua que sempre sabe como arranjar seu almoço. Fazer dinheiro é ir atrás e ralar, trabalhar, não é um emprego.
  6. Não existe almoço grátis. Não trabalhe de graça, ou entregue de graça, não importa o que aconteça. Você não consegue tirar nada do supermercado, do posto de gasolina sem pagar. Se for o caso, empate o custo em situações muito especiais para se promover, mas nunca desvalorize seu trabalho na base do “grátis”, pois é você que vai estar pagando.
  7. Atenda bem, o cliente sempre tem razão, a menos que ele queira mais do que o que combinado e resolva propor algo fora do razoável, com você pagando a conta. Uma vez eu estava num vôo internacional(olha que chique) e uma senhora se queixou que não havia o que ela queria no cardápio, começando um pequeno escândalo bem ruidoso. O comissário chefe europeu se aproximou com muita elegância, e perguntou com firmeza e suavidade se a cliente estava atenta ao fato de que ela poderia ter pedido antes o que quisesse pela internet, conforme o constava no contrato. Ela disse que não. Então ele respondeu a ela que diante do fato de estarem sobrevoando o oceano, e ela não ter pedido antes o que queria, ele teria o prazer de trazer qualquer item do cardápio para ela, com direito a repetir, se assim desejasse. Ele não pulou de paraquedas para fazer a vontade do cliente. Ele não deixou de dar razão a ela. Ele nem discutiu com ela na verdade. Apenas ofereceu o que era possível e viável, dentro do combinado e do razoável, e todos tiveram uma viagem agradável depois.

 

 

E por enquanto é isso, pessoal. Antes de desistirem, lembrem-se que seus ancestrais dominaram o fogo, venceram as feras com pedras, tochas e lanças, e saíram das cavernas lutando(a tribo inteira, homens, mulheres e crianças), e não choramingando.

Não temos tempo para lamúrias, vamos em frente, enfrentando a crise do #coronavirus como podemos, afinal, em meio a esta crise, nenhum decreto cancelou a lei da oferta e da procura.

 

 

Força, foco e fé, muita fé, pois isso conforme comprovado pela ciência, é muito importante.

O Sol ainda nasce pra todos! 🌞

Se precisar criar seu site, blog, landing page, baratinho e parcelado, é só chamar a gente. Tamo junto!

Tecle pelo WhatsApp 51 9 96547672 ou Envie um email para contato@alvaron.com.br

 Telegram